Conheça jovem da Candangolândia que é o novo reforço do Palmeiras

O Distrito Federal é reduto de revelação de talentos do futebol nacional e mundial. Daqui saíram jogadores do nível de Kaká, Reinier, Lúcio, entre outros. E um jovem da Candangolândia começa a trilhar o mesmo caminho: Victor Henrique, de apenas 17 anos, fechou contrato com o Palmeiras e é o novo reforço do alviverde.

  • Dudu do Palmeiras posa com a ex-mulher
    Perícia não encontra provas de que Dudu, do Palmeiras, agrediu ex-mulher

    Laudo pericial não bate com versão de Mallu Ohana e afirma que o atacante que foi agredido pela ex-companheira

  • Com um a menos, Palmeiras perde para o Goiás, no primeiro revés com Abel Ferreira

    Time não conseguiu segurar o Goiás e foi superado por 1 a 0, neste sábado, no estádio da Serrinha, em Goiânia

  • Palmeiras covid
    Mesmo com 17 casos da Covid-19, Palmeiras não cogita adiar jogo com Goiás

    O clube acredita que o protocolo aprovado pelas equipes brasileiras, junto da CBF, deve ser seguido

  • Candangolândia

    A história de Victor começou cedo. Com apenas cinco anos, o jovem já dava os primeiros chutes na Candangolândia. O garoto começou no futebol sob a batuta de Ailton Figueirense, dono e professor da primeira escolinha do brasiliense.

    Mais tarde, o garoto passou pela escolinha do Internacional em Brasília, comandada pelo professor Singo. Ali já começava a vontade de fazer gols, mesmo sendo escalado para jogar na zaga ou de volante. “Mesmo jogando numa posição que não era a minha, já conseguia fazer uns gols. Eu não marcava, mas sempre dava o meu melhor”, conta. Aos 13 anos passou a conciliar o futebol de campo com o futsal.

    Já atuando como centroavante, Victor começou a se destacar em competições escolares e 2017 recebeu um convite para fazer uma avaliação de uma semana no Atlético-MG. Mas a experiência no Galo não foi das melhores. O jovem ficou doente e teve que passar por uma internação de 30 dias em Belo Horizonte.

    Mas no ano seguinte, surgia outra oportunidade na carreira do jovem: o Brasilis, time de Águas de Lindoia (São Paulo), convidava o brasiliense a disputar o Campeonato Paulista em sua categoria, o sub-17. Marcando seus gols, não demorou para vir o primeiro convite do Palmeiras. Mas após uma semana de experiência, acabou retornando a seu clube anterior.

    Em um ano e meio no Brasilis, o candango marcou 29 gols em 29 partidas e recebeu outra oportunidade no alviverde paulista. “Sou centroavante, tenho como características a força e a velocidade”, é assim que ele se define. Em abril de 2019 o atacante não desperdiçou a nova chance e fechou com o time de Palestra Itália, para defender a equipe sub-17.

    Em 2020 a intenção do brasiliense era de fechar contrato para subir para o time profissional. Mas com a pandemia do novo coronavírus, o sonho de Victor acabou adiado novamente. O garoto continuou treinando em Brasília esperando um novo convite para fechar contrato com o clube paulista.

    Contrato fechado

    Com o retorno do Campeonato Brasileiro, Victor, por meio de seu empresário, passou a negociar com o Palmeiras. As tratativas tiveram final feliz e o centroavante agora integra o time profissional do Verdão.

    Victor Henrique

    “Fui vivendo um dia de cada vez, sempre acreditando que era possível. Graças a Deus fui abençoado, assinei meu primeiro contrato profissional”, comemora.

    O jovem agora espera trilhar o mesmo caminho de outros craques revelados no Distrito Federal. “É um grande sonho que estou realizando. Agora é trabalhar para me destacar aqui no Brasil e depois quem sabe ir para a Europa. E assim poder representar a Seleção Brasileira, que é meu maior sonho”, finaliza.

    Faça o primeiro comentário a "Conheça jovem da Candangolândia que é o novo reforço do Palmeiras"

    Comentar

    O seu endereço de email não será publicado.


    *